quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Quando me chamou de anjo

Quando me chamou de Anjo, não sabia ao certo o que queria dizer. Pensei que sou humano, mortal, cheio de defeitos. Hoje estava ouvindo uma música que me fez entender o porquê do Anjo.
Anjo não precisa de nada em troca para ajudar, somente um sorriso. Anjo preocupa-se a todo momento com a felicidade do outro. Anjo quer o bem do outro, independente da pessoa que esteja com o outro. Anjo está sempre ao seu lado para não te deixar desanimar, para enxugar suas lágrimas e para te aquecer quando está com frio.
Pois bem, não sou um completo Anjo, pois não estou sempre perto de você. Mas da mesma forma que me chamou de Anjo, quero dizer que você também é o meu Anjo.
Quero ser seu porto seguro. Quero acordar com você o resto dos dias de minha vida, sempre com um beijo carinhoso em seu rosto. Quero que encontre rosas amarelas toda vez que chegar do trabalho. Quero dividir os momentos bons e estar com você nos momentos ruins. Até que a morte nos separe. Aí, serei seu eterno Anjo. Além de Anjo, quero ser o seu amor.

2 comentários:

  1. Amei seu blog parabéns suas postagens tocam a alma,fiquei muito feliz com sua visita e vim retribuir,ja estou te seguindo e sempre estarei por aqui pra ler e comentar seus post.bjos bom fim de semana;*

    ResponderExcluir
  2. Quanto romantismo, hein?
    Parabéns, é belíssimo.

    ResponderExcluir